PROGRAMA DO ROCHINHA

De Segunda a Sexta, das 6h às 7h, na FM MAIOR DE BATURITÉ 93,3. E-mail: programadorochinha@gmail.com - Fone: (85) 3347-1177 WhatsApp: (85) 9 9156-2117

FM MAIOR 93,3

  • Notícias

    segunda-feira, 9 de setembro de 2019

    Casamento coletivo reúne 30 noivos no IPPOO II

    Hoje sou a mulher mais feliz do mundo”. Essa foi a frase que Natália Alves, falava para quem ia parabeniza-lá. A costureira foi uma das 30 noivas que participou do casamento coletivo realizado na sexta-feira (6), no Instituto Penal Professor Olavo Oliveira II, unidade prisional localizada no Complexo de Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza. Esse foi o segundo casamento realizado na unidade em 2019. O primeiro aconteceu em agosto.


    Vestida da forma tradicional de branco, com véu, grinalda, buquê de rosas vermelhas, Natália não escondia, nos olhos marejados, a emoção em realizar o grande sonho de casar. “Estou muito feliz, vocês não imaginam. Eu sempre sonhei em casar, e já estávamos há oito anos juntos, temos um filho de sete anos, e hoje selamos essa união, um momento que sempre quis”, desabafou com um sorriso largo.

    O interno e agora esposa da Natália, Guilherme Nascimento, relatou que, apesar das circunstâncias, esse é o início de um novo capítulo na sua vida. “Daqui para a frente quero aproveitar todas as oportunidades que tiver aqui e quando for para o mundo externo seguir no caminho correto para mudar de vida”, reitera.

    Cada casal tinha o direito de levar três convidados, que em sua boa parte, eram membros da família. Uma dessas pessoas era Ivonete Nascimento, mãe de um dos noivos, que agradeceu a oportunidade da realização do evento. “Eu estou muito feliz por esse momento que deu certo. Também agradeço por essa chance acontecer mesmo ele nessa situação. Agora espero que Deus o abençoe para ele seguir uma nova vida aqui e principalmente quando ele ganhar a liberdade”, acredita.

    Responsável pelo evento solene, pastor Nelson Massambani da Igreja Batista Central, mostrou mais uma vez o prazer de abençoar tantos casais juntos. “É muito importante esse momento. Eu já estou nas unidades pregando a palavra há anos, mas sempre que um evento assim acontece nós nos emocionamos, porque nós vemos vidas sendo restauradas. Sim, pois esse passo que eles estão dando já é um ótimo indício. É muito prazeroso participar desse momento”, afirma o Pastor.

    Gestor do IPPOO II, Gustavo Abreu, é um dos idealizadores do evento, e admite que a sensação é de dever cumprido ao chegar o fim mais uma celebração desse porte. “É uma sensação de dever cumprido, pois a orientação do secretário Mauro Albuquerque é que, para que ocorresse o casamento na unidade, as outras atividades deveriam continuar. Enquanto está acontecendo esse evento, mais 400 internos estão em salas de aula estudando. É uma grande alegria”, relata o gestor.

    Governo do Ceará

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário