PROGRAMA DO ROCHINHA

De Segunda a Sexta, das 6h às 7h, na FM MAIOR DE BATURITÉ 93,3. E-mail: programadorochinha@gmail.com - Fone: (85) 3347-1177 WhatsApp: (85) 9 9156-2117

FM MAIOR 93,3

  • Notícias

    quarta-feira, 27 de novembro de 2019

    Saiba todas as contas para Ceará e Fortaleza no Brasileirão; Vovô enfrenta hoje (27) o Flamengo e o Leão encara amanhã (28) o Santos

    Os dois representantes cearenses terão dois jogos em casa e dois fora para definir seus futuros na Série A. O Fortaleza, 12º colocado com 43 pontos, tem menos de 1% de chance de ser rebaixado, segundo o Chance de Gol, 80 % de possibilidades de ir para a Copa Sul-Americana, agora com o 14º colocado tendo vaga garantida após o título do Flamengo na Libertadores.


    Se chegar aos 45 pontos, ou seja, com mais dois pontos, o Leão não só chegará a pontuação mágica para a permanência, quanto encaminharia a classificação para a competição sul-americana. A sequência leonina é a seguinte: Santos (C), Goiás (F), Fluminense (F) e Bahia (C).

    Como as pontuações para classificação a Copa Sul-Americana e permanência são praticamente as mesmas, os adversários do Leão para a vaga na competição internacional são os mesmos que lutam para ficar na elite. Com este cenário, hoje o Leão tem seis pontos de vantagem para o 1º fora da zona da 'Sula' que é o Ceará, com 37 pontos.

    Ou seja, só uma queda vertiginosa de produção nas quatro rodadas finais tiraria a vaga leonina. O Fortaleza tem dois pontos de vantagem para o Atlético/MG, o 13º e quatro para o Botafogo, o 14º, todos na zona de classificação.

    Quanto a luta contra o rebaixamento, o Tricolor de Aço tem sete pontos de vantagem para o Cruzeiro, time que abre o Z-4. Convenhamos, as contas para os dois objetivos são praticamente as mesmas e podem ser confirmadas já na próxima rodada.

    O técnico Rogério Ceni, sempre sereno, espera garantir matematicamente o Leão na Série A para depois pensar em vaga na Sul-Americana.

    "Estamos brigando para se manter na Série A e quando alcançar isso, podemos ter uma oportunidade de jogar uma Sul-Americana, que seria a primeira competição internacional do Fortaleza. Foi um ano muito bom. Fomos campeões do Cearense e da Copa do Nordeste. E na briga, somos um dos times de menor orçamento. Estamos na 12ª posição brigando com Cruzeiro, Atlético, Fluminense. Estamos todos nos dedicando muito para se manter na Série A", avisou o treinador leonino.

    São de sete pontos também a diferença para o 8º colocado, o Corinthians, que hoje teria uma vaga na Libertadores. Embora a pontuação permita o Leão sonhar, mesmo com menos de 1% de chance, Ceni afirmou que esta não é a realidade do clube.

    "Com relação à Libertadores, vamos ser sinceros, não estamos nem preparados para isso. Não em um primeiro ano, vindo de Série C para Série B e de Série B para Série A. Seria uma pretensão acima do normal", finalizou.

    Drama

    Se o Fortaleza vive uma situação tranquila, a do Ceará requer mais cuidados, embora ainda sem desespero. A 34ª rodada foi ruim, já que o Ceará somou apenas 1 pontos e dois adversários diretos somaram três: Botafogo e Fluminense, que o ultrapassaram na tabela.

    Terminando a rodada em 16º, o Vovô, com 37 pontos, tem apenas um de vantagem para o Cruzeiro, time que abre o Z-4. Assim, as chances de rebaixamento do Ceará cresceram, e a equipe precisará de 8 pontos para chegar aos 45 e não correr mais riscos. Mas como o aproveitamento do Cruzeiro é de 35%, um clube pode escapar do descenso no momento com 40 pontos.

    Os próximos adversários do Vovô são: Flamengo (F), Athletico/PR (C), Corinthians (C) e Botafogo (F), todos adversários à frente dele na tabela, dificultando a vida do clube.

    Mesmo com a disputa contra o rebaixamento acirrada, o Alvinegro também pode sonhar com uma vaga na Sul-Americana, já que está a apenas dois pontos do Botafogo, 14º que abre a zona de classificação, com o Chance de Gol dando apenas 2% de possibilidade do Vovô se classificar.

    Ainda que precise de uma pontuação acima dos 50% nas quatro rodadas finais, o técnico Adílson Batista acredita na permanência do Ceará.

    "Desperdiçamos vários pontos ao longo do campeonato, muitos só comigo. E contra o São Paulo são mais dois que eu coloco na conta. Lamento vários outros que deixamos escapar, poderíamos estar em uma situação bem mais confortável. A torcida precisa apoiar porque eles precisam, eles se dedicam. Vamos correr e jogar para conseguir nosso objetivo de manter o Ceará na Série A", declarou ele.

    DN

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário