PROGRAMA DO ROCHINHA

De Segunda a Sexta, das 6h às 7h, na FM MAIOR DE BATURITÉ 93,3. E-mail: programadorochinha@gmail.com - Fone: (85) 3347-1177 WhatsApp: (85) 9 9156-2117

FM MAIOR 93,3

  • Notícias

    30 de jul. de 2019

    Estudante homenageia a mãe falecida em formatura levando placa dela

    Um jovem estudante filipino viralizou nas redes sociais após homenagear a mãe falecida durante sua festa de formatura do ensino superior. As informações são do Razões para Acreditar.

    Paulo John Alinsog decidiu levar uma placa em tamanho real da mãe e tirou fotos. Durante a cerimônia de formatura, emocionado, deixou mensagens de amor e agradecimento a ela. “Faço uma homenagem à mãe mais linda! Mamãe, seu filho mais velho se formou. Espero que você esteja feliz na presença de Deus. Eu terminei a faculdade porque é isso que você queria. Eu te amo muito!”, disse o rapaz.


    Alinsog, 20 anos, formou-se em Administração de Empresas pelo Liceu das Filipinas na última terça-feira (23). A formatura aconteceu no Centro Internacional de Convenções das Filipinas (PICC) em Pasay City.

    O sonho do rapaz era poder trazer orgulho à mãe ao vê-lo segurar o diploma, o que infelizmente não aconteceu. Carmen faleceu em agosto de 2016 devido a complicações de uma pneumonia.

    “Eu pedi a placa há duas semanas porque queria sentir a presença da minha mãe no dia da formatura. O sonho da graduação era conjunto: meu e dela“, afirmou. Paulo pediu que a placa tivesse exatos 1,68 m de altura, mesma altura de Carmen. A placa custou PHP 1,500 (R$ 120), incluindo a taxa de entrega.

    Na cerimônia, diversas pessoas ficaram comovidas com a atitude do rapaz e lhe prestaram condolências. “Ela era mãe solteira. Bancou meus estudos em escolares particulares quando eu era mais novo. Éramos muito próximos… ela era tudo pra mim”, desabafou. “Minha mãe não pediu um centavo para o meu pai quando fui aprovado na faculdade. Todo o recurso despendido para pagar o ensino superior veio dela e das minhas tias, que a ajudaram também.”

    “Ao trazê-la simbolicamente para a minha formatura, fiquei muito feliz porque realmente senti sua presença – senti a presença de minha mãe”, conclui.

    Meio Norte

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário