PROGRAMA DO ROCHINHA

De Segunda a Sexta, das 6h às 7h, na FM MAIOR DE BATURITÉ 93,3. E-mail: programadorochinha@gmail.com - Fone: (85) 3347-1177 WhatsApp: (85) 9 9156-2117

FM MAIOR 93,3

  • Notícias

    quinta-feira, 10 de outubro de 2019

    Vaidon Oliveira reivindica licenças de barcos para pescadores do Ceará

    Para relatar os problemas enfrentados pelo Estado do Ceará na fiscalização e emissão das licenças de barcos para os pescadores, o deputado federal Vaidon Oliveira (CE) participou, recentemente, de reunião com o secretário de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Junior, no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em Brasília. Ele representou mais de 420 mil pessoas que vivem da pesca na região do Acaraú.


    Conforme o parlamentar, reclamações dessas comunidades que sobrevivem da pesca foram levadas, ao seu gabinete, pelos pescadores do Município de Acaraú, de associações e do Sindicato das Indústrias de Frio e Pesca do Ceará (Sindifrios).

    O deputado afirmou ainda: “Eu sou da região do Acaraú, solicitei a reunião devido a reclamações dos pescadores que me relataram dificuldades para emitir as licenças dos barcos. Um dos problemas é a falta de estrutura no setor de pesca em Fortaleza. Em uma região de quase 600 km, há poucos funcionários para fiscalizarem toda a área. Com isso, não conseguimos exportar nosso pescado”.

    São mais de 420 mil pessoas que vivem da pesca nessa região do Estado. Os pescadores precisam de uma licença dos barcos para exportar e vender a pesca. Sem isso, acabam vivendo na informalidade, o que causa prejuízo à população.

    O deputado Vaidon ressalta outra dificuldade desses pescadores. “O problema afeta a pesca da lagosta, fonte de renda muito importante da região. Sei que é preciso seguir a norma do TCU que determina que eles não podem dar licença antes de uma visita in loco, mas o departamento está sem pessoas para fazer essa visita. Então, por falta de ter quem faça a fiscalização nos barcos, eles cancelaram a licença. Isso está prejudicando a região que vive da pesca”, justificou.

    Finalizando o parlamentar disse que o secretário de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Junior, informou que já iniciou algumas intervenções no estado. “Saí da reunião muito entusiasmado com a força de vontade do secretário para resolver essa questão. Estamos tentando firmar um convênio entre o Governo Federal o Governo do Estado para que mais pessoas possam trabalhar nas secretarias que atuam na fiscalização dos barcos”.

    Marcio Aurélio

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário