PROGRAMA DO ROCHINHA

De Segunda a Sexta, das 6h às 7h, na FM MAIOR DE BATURITÉ 93,3. E-mail: programadorochinha@gmail.com - Fone: (85) 3347-1177 WhatsApp: (85) 9 9156-2117

FM MAIOR 93,3

  • Notícias

    27 de abr. de 2020

    Fecomércio defende medidas de segurança para volta gradual das atividades comerciais

    De acordo com o presidente do Sistema Fecomércio Ceará, Maurício Filizola, é com muita responsabilidade e respeitando a Legislação e normas vigentes que a Federação irá se posicionar no Grupo de Trabalho Estratégico.
    Criado pelo Governo do Estado, o Grupo deve apresentar um plano que contemple a identificação e a forma de acompanhamento das ações necessárias ao “rápido e seguro restabelecimento da economia cearense impactada pela COVID-19”. 

    “O nosso desejo é que este retorno gradual (das atividades comerciais) possa acontecer de forma responsável, olhando tanto os colaboradores das empresas, como também todo quadro de clientes que atendemos no nosso dia a dia”, reforçou.

    Maurício Filizola destaca que para o comércio voltar gradualmente a abrir as portas são necessárias várias medidas de segurança. Uma delas seria a disponibilização aos colaboradores de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), além de deixar disponível e de fácil acesso o álcool em gel, tanto para os funcionários quanto para os clientes.

    O presidente também recomenda que seja feita sinalização para respeitar o distanciamento necessário entre as pessoas, além de uma campanha frequente de educação, reforçando a necessidade de todas as medidas de higiene e segurança para evitar o contágio do Coronavírus.

    “A segurança dos consumidores deverá primeiro passar por um processo de educação. É necessário campanhas para mostrar realmente as medidas de higienização, inclusive a utilização de máscaras para o deslocamento e proteção das pessoas, ao mesmo tempo reforçando a necessidade de evitar aglomeração.”, pontua, reforçando que é necessária a volta gradual do comércio, mas com responsabilidade.

    De acordo com o Decreto do Governo, o Grupo de Trabalho Estratégico vai “subsidiar as decisões governamentais pertinentes ao alcance de seus propósitos, conferir previsibilidade à retomada gradual da atividade econômica em compasso com as diretrizes de enfrentamento à pandemia”.

    São dois os objetivos do Grupo, de acordo com a publicação do Governo: propor medidas que possibilitem a retomada do curso do crescimento econômico do Estado impactado pela pandemia; e assessorar o chefe do Executivo no estabelecimento de políticas e diretrizes específicas voltadas ao desenvolvimento econômico, propondo a edição de normativos, a celebração de acordos ou a promoção de reformas estruturais que impactem no restabelecimento do ritmo de crescimento da economia cearense anterior ao período da pandemia

    A criação do Grupo veio logo após o lançamento de um Manifesto assinado por vários representantes do setor produtivo do Ceará, que pedia a criação de uma comissão composta por membros do Governo e do Setor Produtivo, para debater uma forma segura de flexibilizar o retorno gradual das atividades empresariais.

    Rubão

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário