PROGRAMA DO ROCHINHA

De Segunda a Sexta, das 6h às 7h, na FM MAIOR DE BATURITÉ 93,3. E-mail: programadorochinha@gmail.com - Fone: (85) 3347-1177 WhatsApp: (85) 9 9156-2117

FM MAIOR 93,3

  • Notícias

    27 de abr. de 2020

    Secretário anuncia que Ceará terá testagem drive thru para detecção do novo coronavírus

    Ceará terá testagem drive thru para detecção do coronavírus, anunciou o titular da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), Dr. Cabeto, em coletiva realizada na tarde desse domingo, 26.
    O anúncio foi feito durante a chegada de 90 toneladas de insumos insumos médicos destinados às unidades de saúde do Estado que atua no combate ao novo coronavírus. Cabeto informou que o Governo do Ceará pretende negociar com uma empresa coreana a compra de 120 mil testes de RT-PCR, que devem ser utilizados na testagem em massa. 

    Ao todo, 300 mil testes para detecção do coronavírus chegaram nesse domingo. Outros 120 mil testes serão de RT-PCR, destinados ao serviço de exames por drive thru, e devem chegar até 4 de maio no Estado. Cabeto explica que, para a realização dos testes, será utilizada a estratégia de agendamento. “É muito importante a população baixar esse app, pois a marcação desses exames vai ser feita por lá, para que a gente não faça aglomeração”, destaca.

    Para a distribuição dos testes será levada em consideração a densidade populacional e o número de casos registrados nos municípios, afirma Cabeto. Das 90 toneladas de equipamentos de proteção individual e kits de testagem que chegaram da China neste domingo, Fortaleza deve receber a maior parte, tendo em vista que é o município com maior número (4.852) de casos confirmados para a Covid-19. Para os exames de RT-PCR, no entanto, será realizada uma nova avaliação, considerando a dinâmica do aumento no número de casos para cada município.

    De acordo com Cabeto, os testes serão disponibilizados para todos os casos suspeitos e aos pacientes das UPAs, com diagnóstico previsto para até quatro horas. A prioridade, no entanto, é para os profissionais de saúde, “para que a gente não tenha um nível de absenteísmo com a contaminação dos próprios profissionais”, esclarece o secretário.

    O Povo

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário