PROGRAMA DO ROCHINHA

De Segunda a Sexta, das 6h às 7h, na FM MAIOR DE BATURITÉ 93,3. E-mail: programadorochinha@gmail.com - Fone: (85) 3347-1177 WhatsApp: (85) 9 9156-2117

FM MAIOR 93,3

  • Notícias

    13 de mai. de 2020

    CEARÁ: Mais de 640 pacientes tiveram alta nas últimas 24 horas

    Os hospitais que recebem pacientes diagnosticados com o novo Coronavírus concederam 641 altas hospitalares nas últimas 24 horas, conforme atualização na plataforma IntegraSus às 17h, nesta quarta-feira (13).
    A saída, no entanto, não quer dizer cura, mas o começo da segunda etapa de recuperação da doença. 

    Com o retorno para casa, o paciente deve manter o isolamento social. A recomendação não é à toa. Mesmo recebendo alta, o vírus ainda pode estar no organismo, explica o infectologista Keny Colares. Segundo o especialista, a recuperação acontece em duas formas. A primeira, a “cura clínica”, ocorre quando não há mais sintomas da doença. Já a “cura microbiológica” significa que organismo eliminou totalmente o vírus, algo que pode demorar mais para acontecer. 

    “O paciente só está de fato recuperado quando ele está sem sintomas. Mais especificamente sem febre e tosse (forte) por, pelo menos, três dias. Lembrando que uma tosse leve, pigarro, pode permanecer com o paciente por um tempo”, ressaltou o especialista.

    Uma semana após sair do Hospital São José, onde ficou internado após ser diagnosticado com a Covid-19, o pescador Valmyr Alves de Sá (77) foi novamente à unidade onde compareceu a uma consulta de acompanhamento ambulatorial. Dependendo de como o paciente reage à doença, a avaliação é necessária para evitar complicações futuras. “Eu fui pra consulta, a doutora me examinou e passou uns exames. Eu vou fazer pra ficar bom. Graças a Deus e aos doutores do São José, eu estou ótimo, respiro e como bem”, disse o pescador.

    Wilson Filho

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário