PROGRAMA DO ROCHINHA

De Segunda a Sexta, das 6h às 7h, na FM MAIOR DE BATURITÉ 93,3. E-mail: programadorochinha@gmail.com - Fone: (85) 3347-1177 WhatsApp: (85) 9 9156-2117

FM MAIOR 93,3

  • Notícias

    21 de mai. de 2020

    Novas orientações aos gestores são disponibilizadas no portal do TCE Ceará

    O que é necessário para o Município decretar calamidade pública e o que pode ser feito a partir da decretação? Quais as possíveis flexibilizações da Lei de Responsabilidade Fiscal, a partir do reconhecimento pela Assembleia Legislativa, do estado de calamidade de um Município? Posso continuar a concessão de benefícios, como distribuição de cestas básicas a famílias de baixa renda, em ano eleitoral?

    Estas e outras dúvidas estão sendo dirimidas pelo Tribunal de Contas do Estado do Ceará, em seu portal institucional, na área Atuação pública em período de calamidade. A página eletrônica, lançada no início deste mês de maio está em constante atualização, a partir dos questionamentos dos gestores públicos relacionadas ao período de calamidade.

    O espaço, que pode ser acessado no menu da Ouvidoria, bem como na página principal, no canto superior direito, disponibiliza conteúdo objetivo de perguntas e respostas, contemplando temas relacionados à atuação da Administração Pública no período de calamidade causada pela Pandemia do novo Coronavírus (Covid-19),  em observâncias às legislações vigentes.

    O TCE Ceará também disponibilizou, para downlod, uma cartilha digital, com abordagem didática, linguagem simples e um visual agradável. A peça foi produzida pela Assessoria de Comunicação Social, a partir das informações da Secretaria de Controle Externo, Controladoria, Secretaria de Serviços Processuais, Presidência e da Ouvidoria.

    Interlocução

    Boa parte das dúvidas das gestões municipais cearenses foi apresentada ao TCE/CE durante videoconferência articulada pela Aprece, em abril, com a participação de dezenas de prefeitos(as), do presidente do Tribunal e de técnicos da Corte de Contas.

    Rubão

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário