PROGRAMA DO ROCHINHA

De Segunda a Sexta, das 6h às 7h, na FM MAIOR DE BATURITÉ 93,3. E-mail: programadorochinha@gmail.com - Fone: (85) 3347-1177 WhatsApp: (85) 9 9156-2117

FM MAIOR 93,3

  • Notícias

    1 de jun. de 2020

    Bolsonaro pede a apoiadores que evitem manifestação no próximo domingo

    O presidente Jair Bolsonaro disse a seus apoiadores, nesta segunda-feira, que devem evitar manifestações no próximo domingo para não entrarem em confronto com grupos que já marcaram atos a favor da democracia e contrários ao governo. 

    Ao sair do Palácio da Alvorada, Bolsonaro parou para conversa com o grupo, que foi levado para a pista dentro da residência oficial para que ele pudesse evitar os jornalistas que sempre o esperam pela manhã. 

    “Estão marcando no domingo um movimento, né? Deixem sozinho no domingo. Eu não coordeno nada, não sou dono de grupo. Eu só vou prestigiar vocês. Fazem um movimento limpo, decente, pela democracia, pela lei e pela ordem. Eu apenas compareço”, disse o presidente, afirmando ainda que não conhece as pessoas que tem organizado as manifestações a seu favor. 

    “Eu acho que já eles marcaram para domingo, deixa eles domingo lá.” 

    A fala de Bolsonaro veio depois de um dos apoiadores reclamar que era preciso “acabar com esses caras de preto batendo na gente”. 

    No último domingo, houve confusão na avenida Paulista entre manifestantes pró-democracia, formado por torcidas organizadas de times de futebol, e um grupo de apoiadores de Bolsonaro, que defendiam o governo e pediam intervenção militar no país. 

    O presidente tem incentivado as manifestações a seu favor em Brasília, tendo participado de praticamente todas elas. No último domingo, andou a cavalo em meio aos manifestantes. 

    IMPRENSA 

    Nesta segunda, a segurança da Presidência levou os manifestantes para dentro do jardim do Alvorada, para evitar parar próximo aos jornalistas que esperam Bolsonaro todas as manhãs na saída da residência oficial. 

    “A imprensa agora não vai mais poder dizer que estou agredindo ela. Vou conversar com o povo porque esse pessoal aí realmente... se transmitissem a verdade... mas deturpam, inventam”, justificou o presidente a seus apoiadores. 

    Até esta data, os apoiadores ficavam de um lado e os jornalistas de outro, separados por uma grade. Recentemente, os principais veículos de mídia do país decidiram não enviar mais seus profissionais para a entrada do Alvorada pelos riscos de aumento de agressões verbais e ameaças dos apoiadores do presidente aos jornalistas. 

    A mudança não altera a questão de segurança. Os apoiadores ainda chegam pelo menos local dos jornalistas e aguardam no mesmo local para serem levados ao ponto onde falarão com Bolsonaro.

    Topbuz

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário