PROGRAMA DO ROCHINHA

De Segunda a Sexta, das 6h às 7h, na FM MAIOR DE BATURITÉ 93,3. E-mail: programadorochinha@gmail.com - Fone: (85) 3347-1177 WhatsApp: (85) 9 9156-2117

FM MAIOR 93,3

  • Notícias

    5 de jun. de 2020

    Respirar ou falar podem ser jeitos mais comuns de disseminação do coronavírus

    Estudo constatou que pacientes com covid-19 exalam milhões de partículas virais por hora através da respiração.

    A tosse e o espirro têm papeis importantes na transmissão do novo coronavírus. Isso foi descoberto logo no começo da pandemia, porém, segundo um novo estudo, é mais comum que as pessoas contraiam o vírus através da fala ou da respiração de pessoas contaminadas.

    A descoberta foi feita por cientistas chineses do Centro de Controle e Prevenção de Doenças em Pequim. Eles notaram que pessoas contaminadas com covid-19 exalam milhões de partículas virais por hora, mesmo que quando apresentam sintomas leves ou inexistentes da doença.

    Se antes, os cientistas acreditavam que a principal fonte de transmissão era através das gotículas da tosse e do espirro, agora – com esse estudo – observaram que não é bem isso. A facilidade com que os aerossóis da respiração se espalham pode explicar por que a velocidade com que o vírus correu o mundo.

    Para se ter uma ideia, os cientistas constataram que, na respiração dos doentes, havia em média três vezes a quantidade de vírus (16,7%) encontrado nas superfícies (5,4%).

    A carga viral na respiração dos pacientes também foi quatro vezes maior do que nas amostras de ar (3,8%) em seus quartos e corredores.

    Topbuz

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário