PROGRAMA DO ROCHINHA

De Segunda a Sexta, das 6h às 7h, na FM MAIOR DE BATURITÉ 93,3. E-mail: programadorochinha@gmail.com - Fone: (85) 3347-1177 WhatsApp: (85) 9 9156-2117

FM MAIOR 93,3

  • Notícias

    6 de jun. de 2020

    Transição tem quase mil atendimentos para tirar dúvidas sobre retomada

    Desde o começo do plano de retomada da economia do Governo do Estado, implementado no dia 1º, 969 pedidos de retirada de dúvidas foram atendidos pelo serviço de esclarecimento oferecido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho.
    Mas a cada dia, segundo Júlio Cavalcante, secretário executivo de Comércio, Serviços e Inovação da Sedet, o número vem caindo, indicando que as pessoas tem assimilado o plano.

    No primeiro dia, de acordo com dados repassados pela Pasta, 462 ligações foram atendidas e 60 e-mails foram recebidos pela equipe. Mas os números foram caindo nos dias seguintes, chegando ao patamar de 61 ligações atendidas e 9 e-mails respondidos na última sexta-feira (5).

    Segundo Cavalcante, os contatos estabelecidos continham muitas denúncias nos primeiros dias, mas o perfil das ligações e dos e-mails, com o passar do tempo, foi ficando mais direcionado à orientação. Na última quinta-feira (4), cerca de 50% das dúvidas eram sobre os protocolos de reabertura, enquanto 20% eram sobre quais tipos de empresa poderiam reabrir.

    "Pelas estatísticas, o foco está cada vez mais voltado às atividades e aos protocolos, e há uma grande participação do comércio varejista, mas também pelo grande número de empresas que existem aqui no Ceará", disse Cavalcante.

    O secretário ainda projeta que na próxima segunda-feira (8), deverá haver um novo aumento da procura pelo serviço, já que há a expectativa de que uma nova fase do plano de retomada seja liberado.

    "A gente acha que há uma tendência de que a segunda fase seja implementada, pelo que a gente vê pelas notícias e nos dados do IntegraSUS, mas é importante que a equipe da saúde se pronuncie e faça as análises", disse.

    DN

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário