PROGRAMA DO ROCHINHA

De Segunda a Sexta, das 6h às 7h, na FM MAIOR DE BATURITÉ 93,3. E-mail: programadorochinha@gmail.com - Fone: (85) 3347-1177 WhatsApp: (85) 9 9156-2117

  • Notícias

    30 dezembro 2021

    Empobrecimento da população cria território fértil para a corrupção eleitoral, diz advogado Maia Pinto



    A crise sanitária com a pandemia da Covid-19 que deixou milhões de desempregados nos últimos dois anos abre a porta para corrupção nas eleições de 2022, com a compra de votos e oferta de benesses por parte de candidatos a eleitores que se encontram em condições de pobreza. Esse é o pensamento do advogado especialista em Direito Eleitoral, Maia Pinto, em entrevista, nesta quinta-feira, ao Jornal Alerta Geral. Segundo ele, a miséria cria um ‘’território fértil’ para corrupção.

    ‘’O eleitor está desesperado. A miséria aumentou. As pessoas estão passando fome. A cidade de Fortaleza está dominada por miseráveis nos sinais, nos viadutos. A gente não via isso há 20 anos. Parece aquela época da seca quando não existiam os programas de auxílio. Isso cria um território fértil para a corrupção eleitoral’’, expõe Maia Pinto, para, em seguida, acrescentar: ‘‘o miserável não tem dignidade, não tem o que comer, ele vai vender o voto como mercadoria’’.

    Para o advogado Maia Pinto, a Justiça Eleitoral precisa estar atenta e precisa ser incisiva para aplicar o cartão vermelho nos candidatos que compra o voto para conquistar um mandato. Ele considera que a legislação eleitoral é abrangente, rigorosa e não precisa ser alterada para combater o abuso do poder econômico. Maia enaltece, também, o papel a ser exercido pelo eleitor que, com o celular nas mãos, pode ser ainda mais vigilante para as eleições serem limpas e sem corrupção.

    Ceará Agora

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário