PROGRAMA DO ROCHINHA

De Segunda a Sexta, das 6h às 7h, na FM MAIOR DE BATURITÉ 93,3. E-mail: programadorochinha@gmail.com - Fone: (85) 3347-1177 WhatsApp: (85) 9 9156-2117

  • Notícias

    17 dezembro 2021

    Livro sobre a história da família Távora é lançado em Fortaleza

    De origem portuguesa e com forte atuação no Ceará a partir do município de Jaguaribe. Dela, surgiram pessoas que se destacaram em diferentes áreas, com nomes que aparecem até hoje em ruas e avenidas do Estado. A história da família Távora é central no livro “Memorial da Família Távora do Ceará, 1700 - 2020”, do economista Nelson Bessa. O trabalho revisita o passado e os feitos dos representantes da família foi lançado  na terça-feira, 14, na Fundação Waldemar Alcântara.
    O livro Memorial da Família Távora do Ceará, escrito pelo economista cearense radicado em Brasília e membro da Associação de Pesquisadores de História e Genealogia, José Nelson Bessa Maia, está dividido em seis capítulos e busca elaborar um memorial sobre a trajetória do sobrenome Távora, ao longo de séculos - desde suas origens na Península Ibérica do século X até o Brasil de hoje; a obra também celebra as conquistas dos diversos troncos e linhagens da família ao longo do tempo e busca contribuir para o resgate da História Local do Estado do Ceará, identificado como um dos locais no país onde há mais indícios de concentração de indivíduos Távora.
    Por meio de 618 páginas e mais de 600 fotos que retratam os Távora, o livro apresenta a trajetória da família desde sua origem Em meio a isso, é abordado o estabelecimento da família na região do Vale do Jaguaribe e sua dispersão por terras cearenses e brasileiras.
    A pesquisa histórica e genealógica apresenta fatos marcantes de membros da família, como a atuação do padre Antônio Fernandes da Silva Távora como educador “de seus irmãos mais novos, sobrinhos e outros parentes”. Na visão do autor Nelson Bessa, algo que “impulsionou o desenvolvimento da família”, ajudando familiares a se formarem em Medicina, Direito e até a seguir carreira militar.
    Saindo do “anonimato”, a família Távora teve entre seus descendentes nomes como o bispo dom Carloto Távora, o tabelião Belisário Távora, o senador Manuel Fernandes Távora, o deputado federal e candidato à presidência da república em 1955 Juarez Távora e o ex-governador e senador Virgílio Távora.

    Descendente dos Távora e filho de Edson Fernandes Távora Maia, veterano da Segunda Guerra Mundial, Nelson investiu seus esforços no projeto do livro tanto pelo interesse “de ordem familiar” quanto pelo desejo de investigar a “saliência”, isto é, a força que a família teve na história do Ceará na política, na área militar e em outros ramos. “Eu achei importante fazer esse resgate da genealogia e ao mesmo tempo da história da família, que se confunde com a própria história do Ceará”, afirma o economista.

    “Você vê como essa família tem saliência no plano da política, no plano militar e no plano da ocupação pública, porque muitas dessas pessoas ocuparam cargos relevantes. Seja como engenheiro agrônomo, como médico, como intelectuais ou professores, a família Távora reúne uma série de pessoas que se destacaram em suas atividades, e por isso achei importante que essas informações fossem resgatadas e devidamente organizadas na forma de livro memorial”.

    O resgate histórico ocorreu a partir de pesquisas na genealogia cearense, livros e até conversas com pessoas da família “espalhadas pelo País”. Na obra, há capítulos reservados para a origem dos Távora em Portugal e para a biografia de “vultos” importantes da família. Assim, será possível conhecer com mais detalhes, por exemplo, a história do desembargador Ademar Távora.

    Com tantos aspectos históricos a serem abordados, Nelson Bessa aponta para a “educação” como fator “fundamental” para o desenvolvimento da família Távora. “Para mim, a descoberta mais importante dessa obra é o papel da educação e do apoio constante da família ao desenvolvimento dos seus membros. Acho que isso explica porquê eles foram figuras tão importantes na história do Ceará”, finaliza.

    Motivação para o autor escrever o livro sobre os Távora
    O interesse de José Nelson Bessa Maia pela memória de seus antepassados sempre o acompanhou desde a infância. As estórias que ele ouvia de seu pai, Edson Fernandes Távora Maia, nascido em Jaguaribe, sobre seus troncos familiares, os Távora e os Maia, despertavam-lhe curiosidade e aguçavam o interesse em saber mais sobre a estória da família.
    Há alguns anos ele resgatou em livros a genealogia de sua família pelo lado materno, os Campelo e os Bessa, duas famílias também do Vale do Jaguaribe. Contudo, os parentes pelo lado paterno lhe reclamavam que escrevesse e publicasse uma “História dos Távora e dos Maia”.

    Em julho de 2019, o autor encontrou-se em Fortaleza com o seu saudoso primo, o advogado Paulo Roberto Maia Montenegro Mattos (1955-2021), para tratar do tema do livro de história de família, o qual colocou-se à disposição para dar informações de que dispunha sobre as origens da família no Vale do Jaguaribe.

    Paulo Roberto conviveu bastante quando criança com seus avós Nelson Maia (1890-1968) e Ambrosina Távora Maia (1895-1984), nos idos da década de 1960, e tinha muitos fatos, dados e fotografias que seriam úteis nos resgates do passado e da genealogia familiar.

    Dessa conversa é que saiu a decisão de escrever o Memorial dos Távora. Posteriormente (para maio de 2022) já está programado também o lançamento de outro livro: o Memorial dos Maia. José Nelson começou a trabalhar nesse livro dos Távora há 18 meses e agora tem a satisfação de lançar a obra no Ceará, em Fortaleza e em Jaguaribe, onde tudo começou.

    Contato com o autor: (61) 992336393 (WhatsApp); E-mail: nbessamaia@gmail.com

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário