PROGRAMA DO ROCHINHA

De Segunda a Sexta, das 6h às 7h, na FM MAIOR DE BATURITÉ 93,3. E-mail: programadorochinha@gmail.com - Fone: (85) 3347-1177 WhatsApp: (85) 9 9156-2117

  • Notícias

    14 janeiro 2022

    PT tira do PSD discurso de que, como segunda maior força partidária, teria direito a vaga de vice na chapa puxada pelo PDT



    O presidente da Executiva Regional do PSD, ex-vice-governador Domingos Filho, tratou com desdém o surgimento do nome do senador Chiquinho Feitosa (DEM) para compor uma eventual chapa ao Governo do Estado puxada pelo PDT, mas, nas últimas horas, passou a encarar com humor de preocupação o ‘nó’ dado pelo PT na corrida ao Palácio da Abolição. O cenário, com a citação do nome de Chiquinho, foi desenhado na hipótese do ‘União Brasil’, que surge da fusão do DEM com o PSL, formar uma coligação com o PDT.

    As mudanças temporárias na agenda do líder do PSD têm uma justificativa: o PT, ao receber, nessa quinta-feira, a filiação de 12 prefeitos, tirou de Domingos Filho o discurso de que, como segunda maior força partidária, o PSD estava legitimado para ocupar a vaga de vice-governador na chapa de uma possível aliança entre PDT e PT. O PSD reivindica a vaga para o próprio Domingos.

    Os acordos e entendimentos para montagem de palanques dependem da força dos atores envolvidos nas articulações políticas, do poder de agregar aliados, da aceitação pelos eleitores dos nomes que estão em jogo para compor chapas proporcionais e majoritárias, do tamanho de cada sigla e, especialmente, da matemática. E, nos números, essenciais para a medição do tamanho de cada partido, o PT, com 29 prefeitos, ultrapassou o PSD, que fica com o controle do Executivo de 14 Municípios.

    Ceará Agora

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário