PROGRAMA DO ROCHINHA

De Segunda a Sexta, das 6h às 7h, na FM MAIOR DE BATURITÉ 93,3. E-mail: programadorochinha@gmail.com - Fone: (85) 3347-1177 WhatsApp: (85) 9 9156-2117

  • Notícias

    23 fevereiro 2022

    Palmeira de 40 anos tem primeira e única floração no Ceará; evento é considerado raro



    Quem passa pelo jardim próximo à saída do Bloco E na sede do Banco do Nordeste, em Fortaleza, pode testemunhar um grandioso e raro espetáculo da natureza: a floração de uma exuberante palmeira Palma Talipot (Corypha umbraculifera). Uma única vez em toda a sua vida, ela libera milhares de microflores no ambiente, entre seus 40 e 70 anos de existência.

    Este é o segundo de três exemplares trazidos do Sri Lanka para o Banco do Nordeste, pelo autor do projeto paisagístico do CAPGV, Burle Marx. Todos foram plantadas em área aberta, com grande exposição à luz do sol, fato que acelerou o processo da floração. Em 2014, floresceu o primeiro exemplar. Agora, floresce o segundo.

    Foram os imensos leques formados por suas folhas que colocaram as palmeiras Talipot entre as espécies escolhidas por Burle Marx. Ao plantá-las, ele já tinha mais de 50 anos e sabia que não as veria florir.

    Os cachos da “Palmeira dos 100 anos”, como também é conhecida, têm cerca de 1 milhão de microflores e ficam no topo da palmeira, formando uma copa castanha de até 8 metros de diâmetro e 4 metros de altura. É a maior florada do reino vegetal. A palmeira chega a produzir uma tonelada de sementes, nos dois anos que separam essa explosão de flores de sua morte. A Palma Talipot atinge até 30 metros de altura.

    Repórter Ceará 

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário